Postagens relacionadas

Recent

terça-feira, 17 de maio de 2022

Poderes e técnicas de Satoru Goju de Jujutsu Kaisen


 Satoru Goju, de Jujutsu Kaisen, é um daqueles personagens que rouba a cena no anime, tornando-se mais querido entre os fãs até que o protagonista. Por isso, entre todos os personagens de Jujutsu, resolvi começar logo com ele nessa série!

HABILIDADES

Começando pelas habilidades gerais, seria chover no molhado ficar aqui falando que Goju é habilidoso em uma porção de coisas. Não é à toa que ele é conhecido como o feiticeiro mais poderoso de sua geração (talvez de todos os tempos no final das contas). Ele é extremamente rápido, forte, resistente, é muito habilidoso em artes marciais e seu cérebro processa informações com uma velocidade exorbitante, o que o deixa bastante inteligente e capaz de raciocínios rápidos na hora de bolar estratégias e novos movimentos.


ENERGIA AMALDIÇOADA

Outra coisa que o destaca acima dos demais feiticeiros é sua imensa quantidade de energia amaldiçoada. Com isso ele é capaz de repetir técnicas que muita gente só conseguiria fazer uma vez ao dia e acessar várias técnicas muito úteis, como:

Maldição reversa

Apenas um punhado de feiticeiros conseguem usar essa técnica, que consiste em transformar a própria energia amaldiçoada em energia positiva, que é capaz de curar. É muito útil para curar os próprios ferimentos, mas Goju também encontrou uso para essa energia positiva nas técnicas que veremos adiante.

Black Flash

Essa técnica consiste em aplicar energia amaldiçoada em golpes físicos, como socos, porém a aplicação precisa ser feita em uma fração de segundos. O resultado é um impacto várias vezes mais poderoso e destrutivo, tudo isso com um flash preto.

TÉCNICAS HEREDITÁRIAS

Como membro da família Goju, Satoru herdou uma das técnicas hereditárias mais apelonas da série:

Ilimitado (Mukagen)

Usando a energia amaldiçoada, Satoru Goju consegue manipular o espaço ao seu redor. Nenhum ataque ou objeto disparado na sua direção consegue chegar até ele porque essa técnica cria infinitos pedaços de espaço entre o objeto e seu corpo; por mais que o objeto avance, sempre haverá mais espaço para percorrer até atingir o alvo. Pra quem vê de fora fica a impressão de que ele parou ao tempo ao seu redor, o que não é verdade.


Para ler mais sobre essa e outras técnicas, clique aqui para ler o post que fiz só sobre técnicas hereditárias!

A descrição acima é a forma básica dessa técnica. Goju tem ainda três modos:

Azul

Ainda manipulando o espaço, Goju cria um ponto onde ele remove toda a matéria (gerando vácuo), então tudo ao redor se distorce para preencher esse espaço vazio. O efeito visual disso é tudo colapsando naquele ponto; se o alvo for uma pessoa, ela implode instantaneamente.

Existe uma variação onde ele cria um efeito parecido de atração para um único ponto, porém com muito mais potência e força porque, ao invés de vácuo, ele cria um ponto com alta densidade gravitacional (é como se ele fizesse surgir um buraco negro no lugar).


Vermelho

Enquanto o Azul atrai, o Vermelho usa a energia amaldiçoada para repelir tudo que estiver ao seu alcance. Com uma simples esfera do tamanho da ponta de seu dedo, Goju consegue gerar uma força parecida com uma onda de choque capaz de devastar tudo que estiver pela frente. Apesar de parecer só o oposto, o Vermelho é duas vezes mais poderoso que o Azul.


Púrpura

Poucos dentro da família Goju conseguiram atingir esse nível da técnica. Ela combina o Azul e o Vermelho para gerar uma força combinada: imagine que tudo no seu caminho é puxado e empurrado ao mesmo tempo, ou seja, não há molécula que fique inteira. Com essa técnica vimos Goju abrir uma trilha de destruição em uma floresta imensa.


Seis Olhos

Satoru Goju só consegue usar o Ilimitado com todo esse potencial que vimos porque ele nasceu com esses olhos, que são inatos da família Goju, porém raramente alguém nasce com eles. Os olhos permitem que Goju enxergue o mundo como se tudo fosse informação: ele pode identificar massa, velocidade, energia, etc. de tudo ao seu redor, por isso usar o Ilimitado é tão simples para ele, afinal qualquer movimento próximo é captado. Ele também consegue enxergar fluxos de energia amaldiçoada (o que o permite, entre outras coisas, prever usos de feitiços), ganha visão telescópica, microscópica e muito mais. É também graças aos olhos que o uso de energia amaldiçoada do Ilimitado cai um pouco, o que o permite usá-lo mais vezes ao dia.

Ah, e é por causa dos olhos fazendo tudo isso o tempo todo que ele usa vendas, o que reduz um pouco o esforço (imagine ver absolutamente todo o fluxo do universo 24 horas por dia!).


TÉCNICAS DE BARREIRA

Técnicas de barreira são conhecidas por consumirem muita energia amaldiçoada, a ponto dos feiticeiros e maldições conseguirem usar apenas uma ou algumas vezes ao dia. E Goju é reconhecido por ignorar essa regra. Ele tem tanta energia amaldiçoada que consegue usar várias barreiras consecutivamente. A que ele mais domina é uma expansão de domínio:

Vazio Infinito (ou Vazio Ilimitado)

Nesse domínio, Goju coloca o alvo em um tipo de transe recebendo uma quantidade infinita de informação. É tanto estímulo sobre o indivíduo que ele não consegue fazer mais nada, fica em completo estado catatônico e, se o processo durar por tempo suficiente, o alvo morre.

Você pode ler mais sobre essa e outras expansões de domínio em um post específico que fiz.



_ _ _ _ _


Até a próxima postagem!

sábado, 14 de maio de 2022

Tudo sobre os Contratos em Chainsaw Man


 Eu comecei a falar de Chainsaw Man aqui no blog já listando todos os demônios conhecidos na época e acabei atropelando um tema muito importante: os contratos. Então chegou a hora de explicar tudo sobre eles direitinho.

No mundo de Chainsaw Man não existem aquelas energias internas (como ki, chakra, energia amaldiçoada, etc.), então as pessoas não nascem com poderes. Um jeito de realizar alguma proeza sobrenatural é fazendo um contrato com um demônio, que vai emprestar o poder ao humano em troca de algo. Os contratos variam de acordo com o demônio, então vamos por partes.

Antes de qualquer coisa, é preciso saber que contratos são algo aparentemente naturais, então não é preciso nenhum mediador, nem dependem de alguma força maior. Contratos só podem ser feitos entre um humano e um demônio, nunca entre um humano e outro humano ou entre um demônio e outro demônio. E demônios podem fazer contratos com vários humanos diferentes ao mesmo tempo, do mesmo jeito que um humano pode fazer e manter contratos com vários demônios.

O processo para fazer um contrato é bem simples: basta que o humano e o demônio falem os seus termos do acordo e depois firmem ele, verbalmente mesmo, não é preciso assinar nada nem fazer pacto de sangue. Uma ligação mística surge entre eles, com um podendo se comunicar telepaticamente ou invocar o outro. Como o acordo é completamente verbal, é possível que os dois lados usem termos confusos ou pouco claros para depois se aproveitarem das brechas que isso cria. Típico de contratos...

O humano pode exigir ser capaz de realizar feitos sobrenaturais, basicamente ganhando superpoderes, ou a forma mais comum, que é invocar o demônio (ou uma parte dele) para ajudá-lo de alguma forma. Outros tipos de pedidos mostrados são bem mais comuns: dinheiro, poder, fama, etc..

Já o demônio exige coisas mais sinistras, como almas, sangue, sacrifícios, partes do corpo, alguns sentidos, tempo de vida e por aí vai. O humano só pode entregar aquilo que é dele ou relacionado a ele, isso é, só pode sacrificar parentes, seu próprio tempo de vida, pedaços do próprio corpo, etc. Entretanto, já vimos alguns casos mais complexos na série: pessoas que exigem poder de governo (como quem quer fazer o pacto buscando se tornar presidente, por exemplo) pode sacrificar tempo de vida de seus governados; também é possível sacrificar pessoas desconhecidas desde que o humano que vai fazer o contrato tenha matado ou incapacitado o tal sacrifício. 


Normalmente o que define o tipo de sacrifício é o nível de poder do demônio e tamanho do pedido do humano. Alguém que faz o contrato com um demônio mixuruca por querer passar numa prova deve sacrificar um dedo ou algo do tipo. Já um presidente de um país que fez um pacto para chegar a esse posto deve sacrificar algo grande, como 1 ano da expectativa de vida de todos os cidadãos desse país (e esse exemplo existe no mangá).

Como o contrato é algo natural e imutável, aparentemente não há jeito de desfazê-lo. Além disso, as partes envolvidas são obrigadas a cumprir a palavra. Quem desobedece ou quebra o contrato termina morrendo, simples assim.

Ah, muito importante: os híbridos, que são humanos capazes de se transformar parcialmente ou completamente em demônios (como o protagonista Denji), também precisam fazer contratos para atingirem essa forma

As explicações acabam aqui, agora vamos a alguns exemplos para ilustrar melhor tudo que foi dito. Se você quiser parar por aqui para evitar spoilers dos capítulos iniciais pode ficar tranquilo, tudo que era preciso saber já foi dito acima.

  • O Primeiro-ministro do Japão fez um contrato com o Demônio do Controle para conseguir esse cargo. Em troca, qualquer dano que o Demônio do Controle sofresse era transferido para um cidadão japonês aleatório.
  • Vários caçadores de demônios fizeram pactos com o Demônio Raposa, que os ajuda em combate fazendo surgir do nada partes de seu corpo (principalmente as patas), em troca ele se alimenta de uma parte do corpo do humano.
  • A caçadora Akane Sawatari podia invocar o Demônio Cobra para ajudá-la em combate. Para cada invocação, Akene tinha que deixar o demônio comer uma unha sua.
  • Em troca de poder ver alguns segundos no futuro, pessoas fazem pacto com o Demônio do Futuro, que normalmente exige a visão dos humanos (embora também peça outros sentidos, como paladar e audição).
  • O Presidente dos Estados Unidos entregou um ano da expectativa de vida de todos os americanos em troca de chegar à presidência. O pacto foi feito com o Demônio Pistola.


Esses são alguns exemplos. Se eu esqueci alguma informação em geral, me avisem nos comentários!

Até a próxima postagem!

quinta-feira, 12 de maio de 2022

Jane Foster e aliados

Parte 129 (Membros do Tentáculo) - Parte 131

GUIA DE PERSONAGENS


Lista com Jane Foster e seus aliados!

Como planejei montar uma nova lista de deuses asgardianos, a lista de aliados do Thor original ficou desfalcada, então quem sobrou lá vai aparecer aqui também.



Valquíria
Thor
VALQUÍRIA

Jane Foster era uma enfermeira que trabalhava junto com o Dr. Donald Blake, por quem se apaixonou sem saber que aquela era a forma humana do deus Thor. Quando Thor também ficou apaixonado ele resolveu revelar sua verdadeira identidade. Os dois chegaram perto de casar, mas Odin desaprovou e separou os dois. Jane seguiu por caminhos diferentes depois disso. Em determinado momento ela contraiu um câncer e foi escolhida como representante de Midgard no Congresso dos Mundos, tudo ao mesmo tempo em que Thor havia perdido a dignidade para erguer o Mjolnir. Foi quando o martelo chamou Jane e ela o empunhou, tornando-se a nova Thor. Nesse período, transformar-se em Thor anulava os efeitos da quimioterapia, então ela lutava contra o avanço do câncer em simultâneo. Mais recentemente, já curada, ela ganhou um novo item mágico feito de resquícios do Mjolnir de outro universo e foi abençoada pelas valquírias mortas para tornar-se a mais nova Valquíria.

SENHOR CAVALO

O Senhor Cavalo é um cavalo alado que faz parte da espécie de criaturas criadas para servir de montaria para as valquírias. Certa vez o vilão Ceifador o sequestrou para que servisse de montaria ao Mercenário, que foi pago para matar Jane Foster (que já estava agindo como Valquíria). Apesar do Mercenário ter falhado em matar Jane, ele conseguiu matar Heimdall, mas depois fugiu quando ela destruiu sua espada. Depois disso o Senhor Cavalo ajudou Jane a levar a alma de Heimdall para o outro mundo e decidiu ficar com ela, servindo como sua montaria. Ele é capaz de falar.

DONALD BLAKE

Donald Blake foi um corpo humano e mortal criado por Odin para servir como hospedeiro para Thor, que estava precisando de uma lição de humildade. Então, por cerca de dez anos, Thor e Donald foram uma pessoa só. Nessa identidade ele era um médico jovem e manco que tinha um trabalho comum como médico e, caso precisasse entrar em ação, batia a bengala no chão para transformar-se completamente em Thor. Houve um momento em que Thor morreu nas mãos do Serpente e ressuscitou, que foi quando se separou de Donald. Depois disso Donald ficou frustrado que sua vida inteira foi uma mentira e que não tinha mais poderes, então começou a fazer de tudo para recuperar poderes e itens divinos.

TROVEJANTE

Eric Masterson era um arquiteto que se tornou um grande amigo do Thor quando o deus usava a identidade secreta de Sigurd Jarlson, um operário comum. Em determinado momento Odin fundiu os dois (algo parecido com como Thor e Donald Blake eram), com Eric podendo transformar-se em Thor para a ação. Depois que Thor aparentemente matou Loki, Odin o baniu e tirou seus poderes, dando-os junto com o Mjolnir para Eric, que se tornou o novo Thor por um tempo. Depois que o Thor original voltou, Eric perdeu os poderes, mas ganhou novos que eram canalizados por uma maça chamada Trovejante, que também se tornou seu novo nome de herói.

KEITH KINCAID

Keith Kincaid era médico e foi o modelo que Odin usou para criar Donald Blake. Quando Odin resolveu impedir o casamento entre Jane e Thor por ela não ser uma deusa, o Pai de Todos decidiu dar a ela uma nova vida, a começar por um novo parceiro: Keith. Jane e Keith se apaixonaram e se casaram, até viveram juntos por um tempo, inclusive tiveram um filme, mas logo se separaram. Pouco tempo depois, Keith morreu em um acidente de carro junto com o filho, que ainda era um bebê.

LISA HALLORAN

Lisa Halloran trabalhou como paramédica por muitos anos de sua vida. Ela teve um breve caso com a jovem heroína América Chavez, porém veio a terminar e isso abalou demais a vida de Lisa. Ela lembra-se bastante que a única pessoa que lhe deu atenção de verdade nesse período de depressão foi Jane Foster, que estava sempre pelo hospital por conta de seu tratamento contra o câncer. Assim as duas tornaram-se grandes amigas. Um tempo depois ela descobriu que Jane era a nova Thor e posteriormente a Valquíria, tornando-se sua aliada ainda assim.

RŪNA

Rūna era uma das valquírias originais que serviam a Bor, o pai de Odin, na época em que ele era o rei de Asgard. Ela se apaixonou por uma colega valquíria e a viu morrer em batalha, enquanto levava sua alma acabou por ser aprisionada pela Necroespada de Knull. Só foi libertada recentemente e de maneira acidental por Jane Foster. As duas se aliaram para que Rūna pudesse recuperar sua arma mística, o machado Jarjborn, que foi forjado para ela, mas depois de seu desaparecimento acabou caindo nas mãos de outras pessoas (incluindo Thor).

JOVEM THOR

Tarene nasceu como alvo de uma profecia de que ela seria uma entidade capaz de trazer avanço para todas as criaturas sencientes do universo. Aos poucos ela desenvolveu seus poderes cósmicos, porém seu planeta foi atacado por Thanos (que soube da profecia e quis impedir o nascimento de um ser tão poderoso). Ela só sobreviveu com a ajuda de Thor, por isso começou a segui-lo como um tipo de sidekick sob o nome de Jovem Thor. Sua vida tem muitos altos e baixos, às vezes ela tenta viver como uma pessoa normal (usando o nome Tara Olson), já chegou a perder os poderes cósmicos (ficando apenas com os asgardianos de Thor) e já ocupou seu posto da profecia, sendo a chamada Designada.

SHAWNA LYNDE

Shawna Lynde foi amiga de Donald Blake na faculdade de medicina. Eles se reencontraram muitos anos depois quando começaram a trabalhar juntos no mesmo hospital. Embora não fique muito claro, é provável que Shawna tenha sido um dos primeiros interesses amorosos de Thor (disfarçado como Blake).

JAKE OLSON

Jake Olson foi um paramédico que acabou viciado em drogas, facilitado pelo acesso que tinha a remédios do hospital, embora ainda cometesse roubos para obter mais dinheiro. Certa vez ele foi parar no meio de uma ação dos Vingadores que terminou em explosão. Jake morreu, porém Thor se apossou do seu corpo para se disfarçar entre os humanos. Muito tempo depois Jake foi ressuscitado após Loki pedir sua alma ao Mefisto, tudo para usá-lo em um plano, só que no fim Loki acabou preso nesse corpo e precisou se disfarçar como Loren, um irmão gêmeo de Jake. A alma e o corpo de Jake acabaram muito presentes da vida do Thor por conta de toda essa confusão.


_ _ _ _ _


Até a próxima postagem!

terça-feira, 10 de maio de 2022

Yara Flor e Aliados

 Parte 129 (Membros da Liga dos Assassinos) - Parte 131

GUIA DE PERSONAGENS


Lista com Yara Flor, a nova Moça-Maravilha, e seus aliados!

Como as aventuras de Yara ainda são bem recentes, juntei aqui acontecimentos do Future State, que foi um evento da DC apresentando novos heróis, e vou deixar bem claro quando forem dele porque trata-se de uma realidade paralela.


MOÇA-MARAVILHA

Yara Flor foi criada pela tia nos Estados Unidos sem saber de seu passado, que ela nasceu no Brasil, filha de uma guerreira com um deus dos rios. Em uma viagem ao Brasil, mais precisamente às Cataratas do Niágara, ela foi atraída por um canto nas águas e acabou caindo, foi quando conheceu a sereia Iara, que lhe deu superpoderes e uma arma mágica, as boleadeiras douradas. A partir daí ela passou a viver dividida entre manter-se no Brasil defendendo aquelas terras ou ir para a Grécia, onde se tornaria uma verdadeira guerreira treinada para ser a nova campeã da deusa Hera. Em Future State, ela se torna a nova Mulher-Maravilha, porém na continuidade original seu título é Moça-Maravilha mesmo.

AELLA

Aella foi uma das primeiras amazonas, daquelas criadas diretamente pelos deuses do Olimpo. Quando as amazonas se dividiram em dois grandes grupos (as de Temiscira e as Bana-Mighdall), Aella decidiu seguir a vida sozinha e foi parar na floresta amazônica. Lá, apaixonou-se por um deus do rio e com ele teve uma filha: Yara. Nesse período Aella passou a viver com uma tribo que viria a se tornar as Esquecidas, as amazonas da Amazônia. Ela foi morta por soldados misteriosos (de de armadura grega) quando Yara ainda era criança.

POTIRA

Potira é uma das Esquecidas. Ela aparece para Yara dizendo que a conhece e conhece também a sua mãe, afinal as amazonas não envelhecem dentro de seu território sagrado. Seu maior objetivo era trazer Yara para as Esquecidas, como acreditava que deveria ser. Em Future State ela já é uma amiga de longa data de Yara, porém morreu e Yara entrou em uma jornada ao Submundo para resgatar a sua alma.

JOÃO

João é um motorista de ônibus brasileiro que conheceu Yara por acaso no mesmo dia em que ela foi puxada para a água nas Cataratas do Iguaçu. Ele também foi um dos primeiros a ver Yara praticando uma ação heroica. A partir daí eles se apaixonaram e tiveram um breve relacionamento, interrompido na primeira vez pela ida de Yara para a Grécia.

EROS

Eros é o deus do amor, também chamado pelos romanos de Cupido. Possui um arco e várias flechas mágicas capazes de obrigar as pessoas a se apaixonarem. Foi o emissário responsável por convocar Yara para ser treinada, afinal a deusa Hera queria transformá-la em sua nova campeão. Ao mesmo tempo, Eros apaixonou-se por Yara, o que o levou a questionar a si próprio sobre se deveria continuar obedecendo as ordens dos deuses ou respeitar as decisões de Yara.

QUÍRON

Quíron é um centauro muito habilidoso e inteligente que se tornou conhecido por ser um treinador de heróis, tendo entre seus alunos os notórios Hércules e Aquiles. Como Hera queria transformar Yara em sua nova campeã, ela designou Quíron para treinar a jovem. Além de realizar treinamentos para desenvolver os poderes, Quíron também é bastante sábio e deu conselhos à Yara sobre a maneira como ela acabava se sabotando por conta de sua própria raiva.

JERRY

Jerry é um pégaso (um cavalo alado) que serve de montaria para Yara. Capturá-lo para tornar-se sua montaria foi uma das partes do treinamento de Yara feito por Quíron, porém ela não conseguiu capturá-lo, já que o pégaso era bastante rápido. Ao ver que Yara ficou muito triste e decepcionada consigo mesma por ter falhado, Jerry aproximou-se por conta própria e os dois se tornaram amigos.

CUCA

Cuca é uma entidade das florestas brasileiras, uma bruxa com aparência de jacaré humanoide (apesar da cabeça permanecer bem réptil). Ela lidera uma gangue de espíritos protetores da natureza composta pelo Lobisomem, Boitatá, Caipora, Mapinguari e o Saci. Ela foi a principal porta-voz das figuras brasileiras ao pedir para que Yara permanecesse em seu país natal ao invés de ir treinar na Grécia.

CAIPORA

Caipora é um espírito guardião da floresta, responsável por proteger as matas e os animais. Existe na forma de uma pequena jovem que monta em um cateto (porco do mato). Aparece como parte do grupo da Cuca. Em Future State, ela é mais próxima de Yara, como uma amiga mesmo, e a acompanha em sua jornada ao submundo para resgatar Potira.

IARA

Iara foi uma guerreira excepcional no passado, o que desagradava seus seus irmãos. Eles então tramaram a morte dela, mas Iara era habilidosa o suficiente para derrotá-los e acabou por matá-los. Seu pai ficou tão enfurecido que a jogou em rio, mas Iara não morreu, ela se tornou uma entidade em forma de sereia que protege as águas de homens malignos. Foi a partir dela que Yara recebeu o seu nome. Iara foi quem atraiu Yara para as águas ao reconhecer seu talento e dignidade, e a abençoou com os poderes e as boleadeiras mágicas, o que a tornou o que conhecemos hoje.



_ _ _ _ _


Até a próxima postagem!


sábado, 7 de maio de 2022

O quarteto monstro de cada tripulação em One Piece

Já existia entre os fãs de One Piece uma definição para os três mais poderosos dos Piratas do Chapéu de Palha: o Trio Monstro, composto por Luffy, Zoro e Sanji. E então Jinbei entrou para o bando, o que fez os fãs mudarem o nome para Quarteto Monstro. Acredito que nesse bando há poucas divergências entre quem são os quatro mais poderosos, talvez haja quem queira colocar a Robin no lugar do Jinbei, no máximo. A briga talvez fique mais acirrada se Yamato entrar no bando. O que acham dessa possibilidade?


Depois disso fiquei pensando se outras tripulações teriam quartetos monstros, veja o que consegui até agora:

Começando pelos Piratas do Roger, sabemos muito pouco sobre eles, mas me pareceu justo dizer que os mais poderosos do bando eram seu capitão, Rei dos Piratas Roger, seu imediato RayleighGaban, e para fechar temos Oden, que passou um bom tempo no bando. Entre esses só podemos colocar dúvidas sobre o poder de Gaban, só que como ele estava sempre na linha de frente ao lado de Rayleigh eu acredito que ele fosse bem poderoso.


Outro bando antigo e sobre o qual sabemos muito pouco é os Piratas Rocks. É claro que seu capitão , Rocks D. Xebec, seria um dos mais poderosos, afinal ele era um pirata que precisou da colaboração entre Roger e Garp para ser derrotado. Foi dito que três atuais yonkous eram de seu bando: Newgate, Be Kaido. Eles aparecem como recrutas, mas provavelmente cresceram dentro da tripulação até atingirem postos mais altos. Vou colocá-los aqui por enquanto, lembrando que há a possibilidade desses piratas terem reunido outros indivíduos lendários.


Vamos agora às tripulações dos Yonkou:

Os Piratas das Feras possuem uma hierarquia bem definida, o que nos permite descobrir bem fácil quem são os mais poderosos. Kaido encabeça a lista como o capitão, seguido por seus três maiores comandantes, que são chamados de Três Calamidades: King, Queen e Jack.


Os Piratas da Big Mom também possuem uma hierarquia bem definida. Acima de todos está Linlin, a Big Mom. O restante é discutível. No bando, abaixo da capitã estão os Três Generais da Doçura, que costumavam ser quatro antes da derrota de um deles. Os generais são: Katakuri, Smoothie e Cracker. Eles ocupam esses lugares por serem aqueles com mais capacidade de combate e autoridade, a parte discutível que comentei é se, de fato, eles são os mais poderosos, porque penso que Perospero só seja mais fraco que Katakuri.


Entre os Piratas do Barba Branca eu tive um pouco mais de dúvida. É claro que já selecionamos o primeiro assento para Newgate, o capitão, porém é difícil escolher o trio de baixo, já que sua tripulação é muito vasta. Marco, como o mais próximo de um imediato e comandante da primeira divisão, foi selecionado com certeza, então escolhi os capitães das divisões seguintes: Ace e Jozu. Eu fico em dúvida apenas quanto a Jozu, penso que ele talvez empate com Vista, mas este é capitão da quinta divisão.


Os Piratas do Ruivo ainda guardam muitos mistérios e foi dito que seus oficiais possuem um nível bem equiparado de poder, então seria meio confuso escolher os melhores. Julgando pelo que sabemos, acredito que o quarteto monstro do grupo seja composto por Shanks, Beckman, Lucky Roo e Yasopp, simplesmente porque são aqueles que conhecemos e vimos mais.


O mesmo problema acontece com os Piratas do Barba Negra. Todos ali parecem tão poderosos e a estrutura parece variar tanto que é difícil escolher os melhores. Tendo em vista só o que sabemos atualmente, eu chutaria que o trio é composto por Teach, óbvio, e depois precisei selecionar três dos seus Dez Capitães Titânicos. São eles: Burgess, por estar lá desde o início como um braço direito de Teach; Shiryu, que já era absurdamente poderoso e agora com a fruta da invisibilidade ficou ainda mais; e por fim Pizarro. Fiz essa escolha pensando que talvez esse seja o confronto final dos Chapéus de Palha, então teríamos Luffy vs Teach, Zoro vs Shiryu, Sanji vs Burgess e Jinbei vs Pizarro. Caso contrário, teria escolhido Lafitte como o terceiro, mas ele parece mais o cérebro do grupo, um paralelo com Nami ou Robin.


O mais interessante é que podemos ver uma estrutura parecida na Marinha. Atualmente temos um almirante de frota, Akainu, e três almirantes subordinados: Kizaru, Fujitora e Ryokugyu.

E aí, concordam com as minhas escolhas?

Até a próxima postagem!

quinta-feira, 5 de maio de 2022

Aparência de Toru Hagakure é revelada pelo autor de Boku no Hero Academia

 Um dos maiores mistérios em Boku no Hero Academia é a verdadeira aparência de Toru Hagakure, isso porque a personagem possui uma individualidade que a torna invisível 100% do tempo. Assim, ela acabou se tornando alvo de várias especulações e dúvidas, inclusive na história do traidor da U.A. justamente por jamais poder ser vista.


Alguns capítulos atrás tivemos uma revelação parcial de sua aparência, mas nada relacionado com seus poderes, foi apenas um artifício do mangá para que (finalmente) conseguíssemos ver alguma expressão dela. E o momento exigia a carga dramática da personagem, então fez sentido haver essa quebra. A imagem pode ser vista abaixo:


Porém, mais recentemente, o autor do mangá Kohei Horikoshi usou sua conta oficial no Twitter para publicar algumas artes e esboços de seus personagens. Essas artes não possuem um compromisso com o cânon da série, os personagens inclusive estão vestindo outras roupas, mas como saiu diretamente das mãos do autor podemos considerar que essa é mesmo a aparência de Hagakure:


Algumas pessoas chegaram a confundir a personagem com a Uraraka, só que esta já aparece em outra arte também publicada pelo autor:


Você pode checar o post no perfil original do autor clicando aqui.

E aí, o que acharam do visual?

Até a próxima postagem!

terça-feira, 3 de maio de 2022

Raças de Shuumatsu no Valkyrie

 Como uma forma de parte 2 da postagem sobre o universo de Shuumatsu no Valkyrie: Record of Ragnarok chegou a hora de falar sobre as raças que existem nesses mundos!

Obviamente vou começar pelos deuses, que atualmente ocupam o mais alto posto, governando o universo. Eles vivem no plano superior, o Valhalla, embora alguns habitem o submundo (Helheim),  como é o caso de Hades (que está lá para governá-lo). E deuses são imortais por natureza. Isso não quer dizer que eles não possam morrer, porém essa morte está mais para um "desaparecimento", pois deuses não possuem alma. Quando um deus morre, ele vai para um plano de esquecimento chamado Niflhel.


Os deuses se dividem em panteões, com cada panteão sendo venerado por uma ou mais civilizações e povos. Cada panteão tem um deus supremo, que encabeça e representa seu grupo de deuses nos conselhos que costumam reunir todos os panteões quando é preciso tomar alguma decisão importante.

Mas nem sempre o universo foi dos deuses, eles só chegaram aonde estão após destronarem os titãs em uma grande guerra. A decisão final dessa disputa ocorreu em um torneio, a Titanomaquia, que acabou com a vitória dos deuses após o mais poderoso dos titãs, Cronos, ser derrotado por Zeus.

Vamos aos titãs. Como citado, eles foram os governantes do universo antes de perderem o torneio da Titanomaquia para os deuses. Os titãs parecem bem mais selvagens e monstruosos, com uma sociedade inteiramente baseada em força e poder. Como também eram imortais eles não morreram após a derrota, simplesmente foram presos em uma parte do Helheim chamado Tártaro. Eles ficaram lá por incontáveis anos até serem libertados pelo deus Adamás, que queria usá-los como seu exército contra os deuses, mas na guerra que se seguiu os titãs perderam de novo e voltaram para a prisão, onde estão até hoje.


E existem os mortais, ou humanos, que habitam Midgard e foram criados pelos deuses a pelo menos 7 bilhões de anos. A maior diferença deles para as outras raças é que possuem uma alma imortal habitando corpos mortais. Quando um humano morre a sua alma é levada para outro plano, as almas boas vão para o Valhalla, mas quando a pessoa quebrou as regras dos deuses a sua alma vai para Helheim. Quem faz esse serviço de levar as almas são as valquírias, por isso elas são bem ligadas à humanidade.

As almas que vão para o Valhalla assumem a forma do que é chamado de "idade dourada", ou seja, eles ficam com a aparência da melhor época do mortal. Por isso os guerreiros continuam no seu auge físico mesmo tendo morrido idosos, por exemplo. 


No mangá nunca ficou muito claro qual a linha que separa humanos, semideuses e humanos que viraram deuses. Buda, por exemplo, nasceu humano mas é considerado um deus, tanto que estava na lista de deuses que lutariam no Ragnarok. Hércules é um semideus, filho de um deus com uma humana, porém também é classificado como deus. O meu palpite é que Buda atingiu um estado de iluminação tão grande que foi alçado à categoria de deus, enquanto Hércules, por ser um semideus, já nasceu com habilidades divinas (sua superforça) e só esperou a hora de morrer para se juntar aos deuses de fato.

Um pouco parecido com os humanos são os gigantes, só que eles são maiores e mais selvagens. Eles são mais reconhecidos na cultura nórdica, por isso acredita-se que venham de um reino chamado Jotunheim (embora esse fato venha da mitologia, não do universo estabelecido no mangá).

E, por fim, temos os demônios, os nativos do Helheim. São criaturas monstruosas, naturalmente malignas e que parecem ter como objetivo enfrentar os deuses, mas não diretamente e sim roubando deles as almas. Para isso é preciso corromper os mortais para que eles quebrem as regras divinas.


Em capítulos recentes surgiu uma figura chamada Chiyou, que foi chamado de deus demônio. Então fica a dúvida se ele é um demônio de uma escala maior ou realmente uma nova raça que mistura características de deuses com demônios. Ou ainda quem sabe apenas um demônio tão poderoso que é venerado pelos demais. O que sabemos mesmo é que ele era venerado por humanos como se fosse um deus.


Outra figura confusa é Belzebu, que na cultura abraâmica é um demônio, mas que aparece na lista de deuses do Ragnarok.

Aparentemente existem tipos variados de demônios, como os asura que estão presentes na cultura hindu. Mas é difícil saber se, de fato, são uma classe diferente ou simplesmente nomes variados que as culturas ao redor do mundo deram para o mesmo tipo de criatura. Aliás, eu nem tenho certeza se os asura apresentados podem ser considerados demônios no universo do mangá, pois como Shiva e Rudra buscavam derrotar todos os deuses e eles acabaram enfrentando asuras, pode ser que asuras sejam deuses também.


Até a última postagem!