;

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

10 motivos que provam que Jack Kirby era o Rei dos Quadrinhos


Existem muitos quadrinistas fantásticos durante décadas de produção da chamada Nona Arte, mas um deles merece ser reconhecido como o Rei dos Quadrinhos: Jack Kirby.

Nesse dia 28 de agosto de 2017 faz 100 anos do nascimento de Kirby, por isso achei pertinente fazer essa postagem, uma forma de homenagear esse verdadeiro herói para os fãs de quadrinhos!

Ele nasceu em 28 de agosto de 1917, em Nova York (palco de muitas de suas histórias). Ah, seu nome verdadeiro é Jacob Kurtzerg! E esses são 10 motivos pelos quais podemos chamar Jack Kirby de O Rei dos Quadrinhos!

1. É um dos pioneiros nos quadrinhos como conhecemos hoje
Jack Kirby começou a trabalhar com quadrinhos e animações no começo dos anos 30. Nessa época estava começando a Era de Ouro dos Quadrinhos e Kirby teve participação essencial nela. Fez uma parceria com o amigo Joe Simon e os dois começaram uma longa carreira de sucesso trabalhando para a Timely Comics (guarde esse nome). Na época faziam histórias de aventuras em revistinhas pulp, mas foi no promissor ramo de super-heróis que veio a maior criação da dupla: o Capitão América, em 1941. Não demorou para que seu nome se destacasse no meio. Pouco tempo depois a venda Era de Ouro acabaria e a venda de quadrinhos caiu bastante, mas Kirby continuou ativo, agora na DC Comics.

Joe Simon e Jack Kirby

2. Era um criador muito versátil
Ainda no meio dessa crise Kirby voltou para a Timely Comics (que havia evoluído para Atlas Comics, e depois para Marvel Comics), onde começou a trabalhar em diversos estilos diferentes. Seus principais projetos envolviam adaptações de histórias clássicas de terror (como Frankenstein). Ele desenhava também muitas histórias sobre alienígenas, monstros e tudo que envolvesse ficção científica. Essa é uma prova de sua versatilidade, aderindo-se a todo tipo de estilo e ainda assim fazendo criações significativas neles.


3. Mudou completamente o jeito de fazer quadrinhos
A pedido de Martin Goodman (diretor da Marvel) e Stan Lee (o editor), Kirby foi convencido a voltar para o ramo dos super-heróis. Ele e Lee criaram uma nova forma mais rápida de fazer quadrinhos, o que ficou conhecido como método Marvel. Lee, como roteirista e argumentista, enviava um resumo de poucas páginas do que seria a história ao desenhista, Kirby, que a partir disso fazia todos os desenhos nos quadrinhos e então os enviava para que Lee finalizasse, escrevendo os diálogos nos balões. Esse método ainda é utilizado, não por todos, mas por boa parte dos quadrinistas.

Stan Lee e Jack Kirby

4. Não era só um desenhista 
Kirby destacou-se trabalhando na arte dos quadrinhos, como desenhista e colorista. Entretanto quando dizemos isso pode parecer que ele apenas desenhava as coisas que os roteiristas criavam, e isso não é verdade. Veremos depois sobre as criações exclusivas dele (item ), mas já na Marvel ele tinha esse poder. O melhor exemplo encontra-se numa história que envolvia o Galactus: usando o método Marvel, Lee enviou um roteiro para Kirby e quando recebeu os desenhos notou um personagem que não estava nos planos. Kirby disse que Galactus, sendo tão poderoso, precisava de um arauto. Sim, esse personagem que Kirby criou e inseriu sozinho foi o Surfista Prateado!


5. É o cocriador das três maiores equipes da Marvel
Além desse monte de heróis que citei nos outros itens, Kirby colaborou na criação das três maiores equipes da Marvel Comics. A começar pelo Quarteto Fantástico,em 1961, como a primeira equipe heroica da Marvel. Depois vieram os Vingadores em 1963 com a ideia de unir heróis que já existiam. Isso aconteceu principalmente por causa da queda de vendas que eles tinham em suas revistas individuais, então juntá-los foi uma solução genial para ressuscitar as vendas. No mesmo mês e ano outra grande equipe surgiu nas mãos da dupla Lee-Kirby: os X-Men.


6. Fez grandes criações também na DC
Conta-se que Kirby recebeu muito mais créditos enquanto trabalhava na DC Comics e que a Marvel costumava deixá-lo de lado. Há até quem diga que Stan Lee tomava os créditos do parceiro (principalmente por sua posição alta na Marvel) e por isso o conhecemos como grande ícone dos quadrinhos ao invés de Kirby. O que é certeza é que a DC trouxe muitos projetos de Kirby à vida. Na sua volta à editora após o tempo na Marvel, ele desenvolveu novas e diferentes histórias, como a do famoso demônio Etrigan e do menino bruxo Klarion. Ele também criou Kamandi, um personagem que vive em um futuro pós-apocalíptico dominado por animais inteligentes.


7. Ele criou mundos inteiros
Enquanto trabalhava na DC, Kirby criou o Quarto Mundo e seus habitantes, os Novos Deuses. Foi um universo completamente novo, cheio de personagens bem poderosos que seriam utilizados mais tarde. Caso você não esteja se lembrando, entre as criações de Kirby para o Quarto Mundo estão o herói de Nova Gênese, o Senhor Milagre, e aquele que viria a ser uma das maiores ameaças do universo DC, o Darkseid! Sim, são criações do Kirby! Para dar uma olhada nos habitantes do Quarto mundo, clique aqui e aqui.



8. Era dono de uma arte inconfundível
É muito fácil perceber quais artes foram feitas por Jack Kirby. Seu estilo de desenho é inconfundível e definiu o visual de muitos super-heróis da Era de Ouro, como você pode perceber nas imagens dessa postagem. O próprio dava aulas dentro da Marvel, ensinando os novos artistas da editora a desenhar com seu estilo. Isso ajudou muitos desenhistas a criarem sua carreira mais tarde. Sua arte é bem colorida, às vezes psicodélica, cheia de detalhes e traços bem leves. Kirby também inovou em algo que poucas pessoas percebem: as poses dos personagens! E também na inserção personalizada de onomatopeias.



9. Sua influência ia além dos quadrinhos
Obviamente Kirby foi uma das maiores influências para quem fez quadrinhos depois dele e isso se estende até hoje, porém não ficou restrito a isso. O seu legado se expandiu a muito mais. Aquela sua capa onde o Capitão América dá um soco em Hitler correu o mundo na época da Segunda Guerra Mundial numa época onde propaganda era crucial no combate. Nos anos 80 houve um prêmio chamado Kirby Award para consagrar grandes histórias e quadrinistas, ele já virou tema de músicas, foi homenageado em obras posteriores aparecendo em animações e até outras HQs. Alguns artistas de outras áreas (música, cinema, teatro, etc), como James Cameron (de Avatar, Exterminador do Futuro e outros) e George Lucas (criador de Star Wars) afirmaram ter se inspirado no herói. O próprio Star Wars tem alguns elementos de Kirby na trama.
Nessa HQ o Quarteto Fantástico atravessa a fronteira do universo e encontra o One-Above-All, o ser supremo da Marvel. Ele aparece na forma de Jack Kirby e era capaz de mudar a realidade simplesmente desenhando o que queria. Uma bela homenagem ao mestre.

10. O mundo dos quadrinhos que conhecemos deve MUITO à Kirby
Deixei esse item para o final para vocês terem noção do alcance de suas criações. Vou listar as maiores e quero que você tente imaginar o que seria dos filmes, desenhos e demais produtos de hoje em dia sem eles. Vamos lá. Kirby criou ou ajudou a criar: Capitão América, Homem de Ferro, Thor, Hulk, Pantera Negra, Homem-Formiga, Vespa, Galactus, Surfista Prateado, todo o Quarteto Fantástico, os X-Men clássicos (Xavier, Ciclope, Jean Grey, Fera, etc.), os Inumanos, os deuses asgardianos, a maioria dos vilões desses personagens anteriores (Magneto, Doutor Destino, Loki, etc) as raças kree e skrull, os novos deuses de Nova Gênese (Senhor Milagre, Órion, etc.) e de Apokolips (Darkseid, Lobo da Estepe, Vovó Bondade, etc), Etrigan, os Celestiais e muito, MUITO MAIS!


_ _ _ _ _

Kirby morreu em 6 de fevereiro de 2016.

Por muitos anos na Marvel Kirby não recebeu pelo que criou, na questão de dinheiro e tampouco nos créditos. Mesmo assim ele continuou sua carreira. E mesmo depois de sair da editora, até alguns dias antes de sua morte ele continuou a criar quadrinhos.
Até alguns anos atrás a sua família brigou na justiça para conseguir os direitos sobre os personagens que Kirby criou (lembre-se da lista), já que a Marvel Studios acabou ficando com quase tudo e agora nada em dinheiro graças aos filmes. Os dois lados chegaram a um acordo, mas o resultado ficou em segredo, embora acredita-se que a Marvel tenha pago um tipo de compensação à família de Kirby, enquanto permaneceu com os direitos pra si.
 
Já que a indústria e até mesmo a mídia não prestou o devido respeito a esse herói, é nosso dever agradecer e homenageá-lo!


Deu pra entender o quão importante e incrível Jack Kirby foi? Todos saúdem o Rei dos Quadrinhos!

Até a próxima postagem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário