;

sexta-feira, 19 de maio de 2017

A origem das armaduras em Cavaleiros do Zodíaco

Recentemente achei um canal de TV que exibia desenhos antigos e, para minha surpresa, estava passando Cavaleiros do Zodíaco! Isso me trouxe várias lembranças, de quando eu criava meus próprios cavaleiros ou quando fazia fichas sobre os personagens em meus cadernos...
Comecei então a ler novamente sobre o mangá e fui me lembrando de muita coisa, então achei uma boa ideia postar algumas delas aqui.

O anime e o mangá contaram histórias ótimas, mas deixaram muitos mistérios e coisas sem explicação.
Muitas respostas estão no Hipermito, uma publicação da revista Cosmo Special lançada em 10 de agosto de 1988 no Japão. Nunca foi feita uma publicação oficial dele no Brasil, a única alternativa é procurar scans ou transcrições dele na internet.
Ele fornece uma linha do tempo no universo do mangá, desde a criação até os tempos atuais (inclusive posso postar sobre isso futuramente), mas aqui vou focar na história da criação das armaduras.

Na Era dos Deuses (ou Era Mitológica), quando o mundo ainda era dominado por divindades e a humanidade se desenvolvia, três grandes deuses dividiram o universo entre si: Zeus ficou com a Terra, Poseidon com os oceanos e Hades com o Submundo.
Poseidon e os Marinas
Algum tempo depois Zeus teve uma filha, Atena, e passou para ela o domínio da Terra. Zeus foi para os céus e nunca mais tivemos notícia dele. Essa transição deu início à algumas tensões entre os grandes deuses e logo uma guerra começou, a chamada Primeira Guerra Santa. Poseidon queria dominar a Terra e por isso mandou seus exércitos contra Atena.
Naquela época Poseidon tinha um exército composto pelos Marinas, guerreiros muito poderosos que usavam armaduras conhecidas como Escamas, feito do raro elemento oricalco. Essas armaduras eram muito resistentes e os exércitos de Atena não conseguiam vencê-las em combate.

Para combater os Marinas, Atena mandou que os alquimistas do continente de Mu construíssem armaduras para seus guerreiros. Esses alquimistas usaram o já conhecido oricalco, além de pó de estrelas e um metal estelar chamado gamânio para construir 88 armaduras especiais, que passariam a ser chamadas de Armaduras de Atena. Usando-as, os soldados de Atena conseguiram vencer os Marinas e desde então elas são passadas de geração em geração.

Os alquimistas de Mu, assim como o continente inteiro, foram destruídos numa guerra posterior, por isso ninguém mais faz armaduras como as 88 originais. Seus descendentes, o povo de Jamir, possuem poderes especiais, como a capacidade de regenerar as armaduras. Você já deve conhecer alguns desses descendentes: Shion, Mu e Kiki.

Essa é a origem das Armaduras de Atena! Essas 88 são divididas em três classes: 12 são de Ouro, 24 são de Prata e 48 são de Bronze. As 4 que restaram são desconhecidas, elas nunca foram reveladas em obra alguma.

Depois dessa postagem vou fazer as seguintes listas:
  • Armaduras de Ouro
  • Armaduras de Prata
  • Armaduras de Bronze
  • Armaduras dos Marinas

Ah, existem ainda as armaduras de aço que aparecem em Saint Seiya Omega e se parecem com trajes robóticos, mas não planejo falar sobre elas por enquanto porque acho sem graça pra caramba. Mesmo assim, se vocês quiserem saber sobre elas também é só pedir nos comentários que eu adiciona uma sessão para elas aqui e faço a lista depois.

Fiquem atentos ao blog!

Até a próxima postagem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário