;

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Game of Thrones: Fé dos Sete

Game of Thrones > Religião > Fé dos Sete

Características
É uma religião monoteísta, porém a divindade única possui sete aspectos completamente diferentes que se manifestam individualmente. Ainda existem muitas pessoas que acreditam que são sete deuses diferentes.
Para todos os efeitos a divindade é conhecida como Deus dos Sete e a religião em si é conhecida também simplesmente por "Fé".

Texto sagrado
O texto sagrado da Fé dos Sete é a Estrela de Sete Pontas, um livro que contém histórias e cantigas com os ensinamentos básicos da religião. Ele é dividido em capítulos que são chamados de "livros". O único capítulo mencionado foi o "Livro da Velha", que dá a imaginar que cada face do deus possui um livro próprio.
O texto serve também como fonte histórica (embora não tão confiável para muitos), contando passagens sobre os ândalos e os Sete Reinos há centenas de anos atrás.
Não se sabe de quem é a autoria.



Os Sete
O Pai: Ele representa a justiça. Acredita-se que seja ele quem julga as almas após a morte. As pessoas oram para ele pedindo justiça por um julgamento ou semelhantes.

A Mãe: Ela representa a misericórdia, a fertilidade e a paz. Quem reza para ela geralmente pede um filho ou muitos filhos, além de implorar por sua misericórdia. Também é adotada pelas pouquíssimas mulheres que acreditam no poder feminino. 

A Velha: representa a sabedoria e a clarevidência. Geralmente quem reza para ela são pessoas que buscam conselhos ou uma orientação na vida, por isso a Velha é muitas vezes representada com uma lanterna na mão. 

O Guerreiro: representa coragem e força, principalmente ou exclusivamente relacionadas a batalha. Geralmente quem reza para ele são os guerreiros, que pedem pela vitória de seu lado e por coragem para encararem o combate.

O Ferreiro: representa o trabalho e a criação. É o patrono dos trabalhadores, que são os que mais rezam para ele, principalmente os que trabalham criando coisas, como ferreiros e pedreiros. Nas orações eles pedem pela conclusão rápida e perfeita do trabalho e proteção de suas oficinas ou locais de serviço.

A Donzela: representa o amor, a beleza e principalmente a castidade. Quem reza para ela geralmente são mães ou as próprias damas virgens que pedem a proteção da castidade. A Donzela também protege todos os puros e inocentes.

O Estranho: representa a morte. Ele é um aspecto que as pessoas não costumam citar ou direcionar suas orações, afinal ele é o mais obscuro e acredita-se que não seja tão benevolente.





História
A Fé dos Sete surgiu com o povo dos ândalos, no continente de Essos. A lenda diz que o Deus dos Sete desceu à Terra, onde exibiu seus sete aspectos em formas humanas e caminhou entre os humanos. Os Sete teriam escolhido Hugor da Colina o primeiro rei daquele povo, dando-lhe uma coroa, uma esposa e um filho. A partir daí os ândalos passaram a adorar a Fé dos Sete.
Conta-se que foi por meio dos Sete (mais do Ferreiro) que o povo descobriu a tecnologia do aço, que lhes foi muito importante quando o povo saiu de Essos e migrou para Westeros. Suas armaduras e armas superiores foram de grande ajuda para massacrar e expulsar os Primeiros Homens e as Crianças da Floresta, estabelecendo o domínio ândalo em Westeros. 
A partir daí a Fé dos Sete ficou soberana, quase que exterminando a fé nos deuses antigos. Quando os ândalos deram origem aos reinos modernos, a crença continuou. Com o tempo a estrutura da religião foi melhor organizada e diversas construções foram erguidas.
O papel de Baelor Targaryen, o Abençoado, foi grande para a religião. Em seu reinado ele mandou construir o Grande Septo de Baelor, que instantaneamente se tornou o centro da Fé.
Atualmente é a religião dominante em toda a Westeros com exceção dos territórios do Norte e das Ilhas de Ferro.

Oração
Um pobre fazendeiro de Riverlands recitou uma oração antes de comer o seu jantar enquanto estava com sua filha Sally e as visitas Arya Stark e Sandor Clegane:

"Nós pedimos ao Pai que nos julgue com misericórdia, aceitando nossa fraqueza humana. Pedimos à Mãe que abençoe a nossa cultura, de modo que possamos nos alimentar e a todos aqueles que batem à nossa porta. Pedimos ao Guerreiro para nos dar coragem nesses dias conflito e tumulto. Pedimos à Donzela para proteger a virtude de Sally, mantendo-a longe das garras da depravação. Pedimos ao Ferreiro para fortalecer nossas mãos e costas, para que possamos terminar o trabalho que nos foi exigido. Pedimos a Velha para nos guiar em nossa jornada da escuridão para a escuridão. [...]"

Porém Sandor estava faminto e sem paciência para esperar o término da oração, então ele interrompeu o fazendeiro e concluiu a oração assim:

"E pedimos ao Estranho para não nos matar em nossas camas enquanto dormirmos por nenhuma droga de razão!"

Por ser um momento de impaciência, por se tratar de Sandor e pelo jeito que o fazendeiro olhou para ele é bem provável que esse não seja o final verdadeiro. Ou a surpresa do fazendeiro seja apenas pelo fato de ninguém querer orar para o Estranho e o ele achou que a oração deveria ter terminado onde ele acabou. Vale lembrar que Sandor parece venerar o Estranho, já que deu este nome ao seu cavalo.

Simbologia
O principal símbolo da Fé dos Sete é a estrela de sete pontas. Ela está em todos os edifícios religiosos e em salões importantes, ilustrando as paredes ou como vitrais.


Alguns dos aspectos do Deus dos Sete também possuem um símbolo próprio. O Pai tem a balança, a Velha uma lanterna, o Guerreiro uma espada, o Ferreiro um martelo e a Donzela um buquê. Os demais não se sabe.

É muito comum entre os fiéis fazer rodas de oração artesanais, com uma estrela de sete pontas no interior e um item (como o martelo, a balança, a espada) em cada uma das pontas, representando os sete deuses.


Doutrina e crenças
A doutrina da Fé dos Sete é baseada nos ensinamentos da Estrela de Sete Pontas e possui uma estrutura bem mais complexas do que as demais religiões.
A Fé criou também é série de leis que ficaram enraizadas na cultura dos seus seguidores. Ela abomina algumas coisas que considera pecado, como: incesto (relação amorosa entre parentes), homossexualismo, jogos de azar, bastardia (ter filhos fora do casamento), o fratricídio (assassinar o próprio pai) e também os crimes contra parentes em geral.
Algumas tradições culturais bem antigas parecem ter sido adotadas pela religião como a honra de manter a virgindade antes do casamento e as normas que obrigam a tratar bem as visitas e os hóspedes.
Existe a crença também em Sete Céus, para onde vão as boas pessoas após a morte e Sete Infernos, destino dos maus. Não se sabe o que diferencia cada céu e cada inferno.

Clero
A Fé possui uma hierarquia muito bem definida. Membros do clero podem ser homens ou mulheres, sem preconceitos ou desfavorecimentos. É obrigatório que todos eles façam voto de castidade e pobreza.

Alto Septão
É o posto mais alto. Ele reside no Grande Septo de Baelor, em Porto Real (King's Landing), portanto fica bem próximo ao rei. Aliás, geralmente é o Alto Septão que ministra o casamento real.


Mais Devotos
É um grande conselho de septões e septãs, formado por aqueles que mais seguiram a fé em sua vida e são considerados os mais capazes. É este conselho que escolhe o Alto Septão.

Septões e septãs
São os sacerdotes da religião, responsáveis por quase todas as atividades ligadas a Fé, como casamentos comuns ou pregação. Normalmente os septões (também chamados de "Irmãos Marrons") escolhem uma das faces do Deus dos Sete para venerar eternamente, vivem em abrigos isolados e apenas fazem visitas às cidades passando ensinamentos e pedindo dinheiro para sustentar o abrigo.
Já as septãs vivem em conventos e estão mais próximas da população em geral.

Existem também algumas ordens, como a Fé Militante, composta por cavaleiros que não servem a reis ou terras e sim a Fé. Como uma ordem militar, eles costumam escoltar peregrinos que estão indo rezar em lugares distantes, fazer proteções dos septos e coisas parecidas. Também combatem heresias, destruindo ídolos de outras religiões.


As Irmãs Silenciosas são responsáveis pelos ritos funerários. Fazem o seu trabalho em silêncio e longe das pessoas, já que não são bem vistas, principalmente pelo fato de serem seguidoras do Estranho.


Há também os Irmãos Contemplativos, que fazem um voto a mais: o de silêncio. Somente o chefe da ordem, o Irmão Mais Velho, pode falar.

Templos
Os templos são de tamanhos diversos, mas com certeza são os maiores e mais complexos entre os templos de outras religiões.
O Grande Septo de Baelor, em Porto Real, é imenso e parece um grande castelo. É uma maravilha arquitetônica, com torres, amuradas e as paredes são incrustadas com estrelas de sete pontas e estátuas representando as faces do deus. Dentro dela há um grande salão onde se erguem as maiores estátuas, formando um grande círculo.
Nesses templos são celebrados casamentos e coroações, entre outras ocasiões especiais. 



_ _ _ _ _

Até a próxima postagem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário