;

quinta-feira, 5 de março de 2015

Grandes duelos: Osamu Tezuka vs Akira Toriyama

Estou iniciando mais uma série de postagem e dessa vez veremos confrontos entre personagens, edições, mangás, autores, séries...
Garanto-lhes minha imparcialidade e total respeito com os fatos.

Funciona assim. Escolho dois lados que serão oponentes. Eles serão avaliados em quatro  quesitos que serão padronizados de acordo com o tipo de oponente. Por exemplo, para personagens haverá quesitos como habilidades, poderes, e para séries haverá quesitos como vendas e audiência, e assim vai.
O primeiro oponente é apresentado pelo texto em verde e o segundo em vermelho. Lembrando que a disputa é amigável, é apenas um duelo de comparações!


Para começar escolhi dois mestres dos mangás, mangakás que disputam entre o título de "Melhor Mangaká de todos os tempos". Do lado verde: Osamu Tezuka. E do lado vermelho: Akira Toriyama.
Os critérios de duelo entre mangakás são: história, obras, popularidade dos trabalhos e legado.




1. História

Osamu Tezuka nasceu em Toyonaka, distrito de Osaka, no Japão, no dia 3 de novembro de 1928. Desde criança ele sempre desenhou, incentivado pelos pais. Mais que desenhar ele amava assistir filmes com o projetor de seu pai. As produções da Disney, como Mickey Mouse e Bambi, o encantavam. A Segunda Guerra Mundial o pegou quando criança e ele teve uma pequena pausa, pois foi obrigado a trabalhar em uma fábrica por um tempo.
Quando a guerra acabou ele entrou em uma faculdade de medicina, enquanto conseguia publicar seus quadrinhos em jornais locais. Após a guerra os Estados Unidos tiveram grande influência entre os japoneses, trazendo mais de sua cultura para o país. Osamu Tezuka teve ainda mais contato com os filmes americanos e, novamente, filmes da Disney. Ele conseguiu adaptar toda a linguagem e estilo de história dos filmes para os quadrinhos, revolucionando o que hoje chamamos de mangá. Aos poucos seus quadrinhos de jornal foram de tornando famosos e ele conseguiu publicar encadernados, a forma como mais conhecemos hoje. Ah, e ele conseguiu se formar como médico também! Morreu em 9 de fevereiro de 1989, aos 60 anos, vítima de um câncer no estômago.

Akira Toriyama nasceu em Kiyosu, distrito de Aichi, no Japão em 5 de abril de 1955. Nasceu com um amor incondicional pelo desenho e saciou sua vontade matriculando-se em uma escola de artes durante o ginásio. Era um grande fã de mangá e de seus criadores, entre eles Osamu Tezuka. Teve de ir contra a vontade de seus pais para seguir seu sonho: ele desistiu de fazer uma universidade e preferiu entrar em uma agência publicitária. Seu trabalho lá era desenhar anúncios. Enquanto trabalhava ele ficou sabendo de competições entre mangakás promovidas pela Shueisha, a maior editora do Japão. Ele competiu duas vezes, com dois mangás diferentes, mas perdeu ambas. Porém ganhou algo a mais, já que chamou a atenção de um dos editores da revista. Akira foi incentivado por esse editor e lançou seu primeiro mangá comercialmente em 1978. Dois anos depois veio o sucesso, que o acompanha até hoje. Akira ainda trabalha, pouco menos com mangá e investindo mais como designer de personagens para videogames.

Histórias incríveis, não? Mas acredito que o cara que atravessou a Segunda Guerra Mundial e foi o pioneiro na arte dos mangás deve levar a melhor. Ponto para Osamu Tezuka!

2. Obras

Osamu Tezuka lançou vários trabalhos em jornais antes da fama. Após lançar O Diário de Ma-chan (Ma-chan no Nikkichou) Tezuka ficou famoso quando publicou Shin no Takarajima, conhecido no ocidente como "Nova Ilha do Tesouro". Em 1950 ele lançou seu primeiro grande sucesso, Jungle Taite (que no Brasil é conhecido como "Kimba, o Leão Branco"), um mangá sobre um leão que possui surpreendentes semelhanças com o filme "O Rei Leão", lançado 44 anos depois. O anime de Jungle Taite foi lançado em 1965 e foi a primeira animação colorida exibida no Japão.
Dois anos depois veio sua obra-prima: Astro Boy. O sucesso de vendas foi enorme e a audiência do mangá batia recordes até sobre os programas mais tradicionais japoneses. Entre outros mangás posso citar Ribbon no Kishi (A Princesa e o Cavaleiro), Black Jack e Afolf ni Tsugu (Os Três Adolf). E entre suas produções em animação temos Don Drácula e O Menino Biônico, entre outros.
Durante toda a sua vida Tezuka publicou, incluindo quadrinhos de jornais, animes, trabalhos para a TV, mangás encadernados e one-shots, mais de 700 trabalhos.
  
Akira Toriyama começou com pequenos one-shots (mangás com um único capítulo) em editoras pequenas até conseguir publicar Wonder Island na Weekly Shonen Jump em 1978. A partir daí começou sua carreira de sucesso. Continuou fazendo apenas one-shots até 1980, quando lançou seu primeiro grande sucesso comercial: Dr. Slump. Vieram mais volumes completos e alguns one-shots, entre eles um em especial chamado Dragon Boy, em 1983. Um ano depois ele usou esse trabalho como base para fazer sua obra-prima, Dragon Ball, publicado por 11 anos. Depois vieram alguns outros trabalhos, mas foi difícil algum se destacar mais. Começou a ajudar na produção de animes, acompanhando seu mangá principal virar Dragon Ball, Dragon Ball Z, Dragon Ball GT e Dragon Ball Kai, além de mais dois filmes e um monte de especiais. Também fez o design de vários personagens de videogames, principalmente os das séries Dragon Quest e Blue Dragon.



Toriyama trabalhou muito, mas não tem como competir contra 700 obras publicadas. Ponto para Osamu Tezuka!

3. Popularidade dos trabalhos 

Osamu Tezuka tem dois mangás muito vendidos: Black Jack é o quinto mais vendido de todos os tempos com 176 milhões de cópias e Astro Boy é o decimo mais vendido, com tiragem de 100 milhões. Tezuka é reconhecido por ser um dos fundadores do novo estilo de fazer mangá, que existe até hoje, porém seu trabalho ficou restrito ao Japão e mais tarde restrito apenas ao seu tempo. Hoje em dia é difícil ver alguém que acompanhe Astro Boy ou outro de seus trabalhos.

 


Somente Dragon Ball, com 42 volumes, vendeu 230 milhões, tornando-se o segundo mangá mais vendido de todos os tempos, atrás apenas de One Piece. Toriyama conseguiu atravessar décadas com seu trabalho e Dragon Ball persiste até hoje, sendo tema para novos filmes, um deles pronto para ser lançado em 2015. Dragon Ball foi mais reprisado nas televisões brasileiras e fez parte da infância de muita gente, por isso faz parte do histórico até daqueles que nem sabiam que estavam assistindo um anime japonês. O fenômeno Dragon Ball gerou mais de 50 jogos, milhões de figuras de ação e miniaturas, pôsteres, ícones colecionáveis, jogos de cartas, e todo tipo de produto conhecido.


As obras de Tezuka foram mais vendidas se forem somadas, mas não resta dúvida de que Dragon Ball tornou-se mais famoso mundialmente, talvez o mais famoso de todos os tempos, assistido e lembrado até por quem não se considera otaku. Em alguns países, como o Brasil, muita gente nem conhece Osamu Tezuka. Ponto para Akira Toriyama!

4. Legado

Osamu Tezuka praticamente inventou a forma atual de como os mangás são feitos: sabe os olhos grandes e cabelos malucos? Tezuka foi o pioneiro. Não demorou para que ele mesmo abrisse um estúdio para transformar seus quadrinhos em um desenho animado, como os filmes que tanto amava. Surgiam os primeiros animes. Ele viajou divulgando os mangás pelo mundo. Veio até ao Brasil, onde tornou-se muito amigo de Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica. No Japão há até um museu em sua homenagem, o Museu Osamu Tezuka, onde pode-se encontrar uma biblioteca com seus trabalhos, uma sala para o visitante fazer seu próprio desenho, réplicas de instrumentos do autor e vários outros ícones de suas obras. Além de tudo, Tezuka ainda serviu de influência para toda a geração de mangakás que se seguiu. Vale lembrar que também foi um dos pioneiros na produção de animes!

Akira Toriyama pode ser considerado o mestre da segunda geração de mangakás. Ele serviu de inspiração para, certamente, todos os mangakás da atualidade, como Eiichiro Oda (One Piece), Masashi Kishimoto (Naruto) e Tite Kubo (Bleach). Alguns desses até redesenharam os personagens clássicos de Akira Toriyama usando o próprio traço característico como uma forma de homenagem. Ele também serve de inspiração para crianças que querem começar a trabalhar com desenho. Toriyama recebeu homenagens por todo o mundo e sua imagem "atual" o faz ser considerado o melhor de todos.

 


Toriyama é muito reconhecido hoje em dia, mas quem o influenciou? O próprio Tezuka, o cara que criou o jeito como os mangás são feitos hoje em dia. O legado de Osamu Tezuka resume-se simplesmente em influenciar a forma como todo mundo que veio depois dele faz mangá, tirando um ou outro louco que faz num estilo diferente (mas quando fazem isso são taxados de 'não-mangás'). Ponto para Osamu Tezuka!

Vejamos o placar: 

Osamu Tezuka 3 x 1 Akira Toriyama

Vitória de Osamu Tezuka! O pioneiro do mangá moderno e precursor dos animes triunfou sobre o mangaká mais popular da atualidade. Podemos dar a ele o título de "Melhor mangaká de todos os tempos"?


_ _ _ _ _

E então, concorda com o resultado? Comente, sua opinião será muito bem vinda. Não se esqueça de comentar também quem vocês querem nos próximos Grandes Duelos!

Até a próxima postagem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário