;

domingo, 11 de junho de 2017

Personagens da DC Comics - Parte 29: Membros da Irmandade Negra


Essa lista contem os membros da Irmandade Negra, os principais adversários da Patrulha do Destino e inimigos recorrentes dos Jovens Titãs!


CÉREBRO
O Cérebro é o codinome de um cientista francês cujo nome verdadeiro é desconhecido. Niles Caulder, o fundador da Patrulha do Destino, tinha inveja do sucesso e habilidades do cientista, por isso armou uma explosão para matá-lo. Porém um gorila assistente o salvou, colocando seu cérebro em uma máquina capaz de mantê-lo vivo e pensando, então sua mente continuou ativa para buscar vingança contra Caulder, o que consequentemente o tornaria inimigo da Patrulha do Destino. Como forma de rivalizar com a equipe de heróis, ele fundou a Irmandade Negra, convocando vários outros vilões. Apesar de manter a inteligência fora do comum e genialidade científica, ele não pode se mover por conta própria, já que é apenas um grande tanque.

MOUNSIER MALLAH
Mallah era um gorila comum que teve sua inteligência ampliada pelo Cérebro (quando ainda era um cientista) com o objetivo de servir como corpo para a sua mente. Foi educado e se tornou um assistente pessoal do cientista, ajudando-o principalmente depois que ele perdeu seu corpo, tendo sido ainda o responsável por colocar o cérebro do cientista na máquina que o mantém até hoje. Seu intelecto avançado demais até para humanos normais o permitem aprender várias técnicas, como medicina, além de saber lutar e estar quase sempre armado, principalmente com uma metralhadora. Mallah e o Cérebro revelaram-se amantes, com sentimentos românticos um pelo outro.

GENERAL IMMORTUS
General Immortus nasceu há séculos atrás e viveu por muitos anos graças a uma fórmula de alquimia para a imortalidade, até perdê-la. Contratou então o cientista Niles Caulder para trabalhar em uma nova fórmula, até Niles descobrir as verdadeiras intenções do general. Inclusive, a Patrulha do Destino foi fundada por Niles para combater Immortus, antes deste entrar para a Irmandade Negra. General Immortus alega ter comandado tropas desde a Antiguidade, à frente dos exércitos de Alexandre, o Grande, e Napoleão, entre outros. Depois de um tempo ele conseguiu restabelecer sua imortalidade, mantendo suas habilidades com estratégia militar e uso de apetrechos para combate.

GENERAL ZAHL
Zahl era um general da marinha alemã na Segunda Guerra Mundial e capitão das unidades de submarinos. Vários desses submarinos foram afundados por uma nova tecnologia desenvolvida por Niles Caulder, e em um desses ataques Zahl foi abatido e dado como morto. Mesmo sobrevivendo ele não poderia reaparecer, ou seria condenado por seus crimes de guerra,  então começou a viver como um mercenário por vários anos, depois associou-se à Irmandade Negra para se vingar de Niles. É um gênio em estratégias militares e especialista em armas de fogo, o que foi útil no combate contra a Patrulha do Destino.

PLASMUS
Otto von Furth era um mineiro alemão que sofreu um acidente e acabou preso em uma mina com vários companheiros de trabalho. Eles estavam minerando rádio, um elemento radioativo, e todos que estavam na mina foram morrendo aos poucos, sendo que apenas Otto sobreviveu. Após ser resgatado, Otto foi capturado do hospital pelo General Zahl e submetido a vários experimentos que acabaram utilizando as mutações que a radiação causou em seu corpo para modificar sua estrutura, tornando-o um ser feito de protoplasma com capacidade de ficar maleável como um líquido viscoso e emitir grandes quantidades de radiação, capazes de matar qualquer um que seja atingido.

FOBIA
Angela Hawkins III nasceu em uma família da aristocracia britânica, mas quando seus poderes se manifestaram ela foi mandada à um hospital (provavelmente um hospício, na verdade) e praticamente foi abandonada. Seu poder consiste em desenterrar os maiores medos de suas vítimas e projetá-las em suas mentes, deixando-as sempre apavoradas a ponto de enlouquecer. Obviamente isso não foi bem aceito na alta sociedade. Angela sentiu-se sozinha, até que a Irmandade Negra foi convocá-la e ela pensou que seria a chance de livrar-se da solidão, aceitando de primeira. Com o passar do tempo ela começou a considerar a Irmandade como sua família. 

MADAME ROUGE
Laura de Mille era uma atriz francesa que teve a vida transformada quando sofreu um acidente de carro. Como consequência ela desenvolveu um transtorno de dupla personalidade, sendo uma boa e outra má. O Cérebro apareceu e disse que poderia consertar isso com uma cirurgia, Laura aceitou e foi operada, mas o que Cérebro fez no fim das contas foi deixar apenas a personalidade vilanesca na cabeça dela, eliminando a boa. Como membro da Irmandade ela recebeu novas cirurgias que a tornaram capaz de esticar os braços e as pernas por longas distâncias. Também é capaz de modificar o rosto, e combinando com suas técnicas de atuação ela pode se passar por outras pessoas. Em certo ponto ela conseguia esticar o corpo inteiro como quisesse.


GEMINI
Gemini de Mille alegava ser filha de Madame Rouge e apareceu depois que esta morreu. Em busca de vingança ela tentou culpar o herói Mutano (que na época era da Patrulha do Destino) por um crime, como forma de se vingar, já que Gemini o culpava pela morte da mãe. Após falhar ela se juntou à Irmandade para continuar sua missão. Herdou da mãe as habilidades elásticas que a permitem esticar todos os membros e o torso a qualquer distância, moldar o rosto e o formato do corpo inteiro para se passar por outras pessoas.

PÓRTEX
Emil Lasalle era um criminoso francês com um passado desconhecido. Entrou para a Irmandade Negra para se vingar de Madame Rouge, por motivos ainda meio obscuros, aproveitando que ela estava no time. Mesmo na equipe, Emil continuou agindo como um criminoso individualista com seus próprios interesses, focado apenas na vingança e não em colaborar com seus novos aliados. É um mistério como ele ganhou seus poderes, mas ele é capaz de criar portais que ligam dois lugares e permite um transporte quase instantâneo entre grandes distâncias, além de conseguir voar.
HOUNGAN
Jean-Louis Droo nasceu no Haiti, mas estudou nos Estados Unidos e trabalhou lá por anos. Voltou até seu país natal somente quando seu pai estava adoecendo e à beira da morte, desacreditado pela medicina. Droo então levou o pai para um houngan, um sacerdote do vodu haitiano, que conseguiu curar seu pai. Ele ficou tão fascinado com o vodu que começou a estudá-lo, misturando com conceitos da área de computação e cibernética, sua área de estudos. Tornou-se superior até mesmo aos seus mestres. Seus bonecos vodus podem captar o sangue da vítima, analisá-lo e criar uma ligação direta para causar dano ao ser espetado agulhas elétricas, causando mais dano e com melhor efeito que o vodu tradicional.


_ _ _ _ _

Até a próxima postagem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário